CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

sexta-feira, 18 de maio de 2012

JORNAL DOS ESPORTES COM VICENTE ALENCAR

Informação de nº 96. - Sexta-Feira 18 DE MAIO DE 2012.
Editor: Vicente Alencar.
Editor Adjunto: Antonio de Alencar.
Repórteres e Colaboradores:
Izete de Alencar, Sérgio Bomfim, Silvio dos Santos Filho, Angelo Barreto, Wildo Celestino de Oliveira, Rogério de Alencar, Fernando de Alencar, Fernanda Alencar.

FORTALEZA   LIBERA  CANGA
MARCANDO UM GOL CONTRA

A direção do Fortaleza marcou um gol contra suas cores ao liberar de seu elenco de profissionais o dianteiro Canga, que, esteve jogando no Campeonato Cearense deste ano pelo time do Ferroviário.

Artilheiro da equipe coral com 8 gols num time de categoria técnica bastante inferior aqueles de anos anteriores, o atacante tricolor não chegou nem mesmo a treinar pelo LEÃO e foi descartado. Um erro capital que uma grande parte da torcida tricolor condena.

Levando-se em consideração que o Fortaleza precisa de um elenco de 30 jogadores para as disputas do Campeonarto Brasileirio da Terceira Divisão e Copa Fares Lopes, admite-se que a Comissão Tércnica  com o apoio da diretoria "pisou na bola" literalmente.


JOGADOR QUE FOI  DE  GRAÇA
PARA O CEARÁ É RECORDISTA

As disputas entre Fortaleza e Ceará no final do certame deste ano serviram para mostrar como o mundo do futebol "dá muitas voltas".

Eusébio o meio-campista e também lateral esquerdo
que construiu no Fortaleza grande parte de sua carreira, é atualmente o jogador emblemático do Ceará.

O atleta quando saiu do Fortaleza há dois anos,  foi completamente de graça para o Ceará. O clube que fará 98 anos dia 2 de junho recebeu um presente "mamão com açucar" do seu maior adversário.

Na verdade a torcida do Fortaleza, pelo menos aqueles que acompanham o dia a dia do clube mais de perto, ficaram sem entender. O atleta hoje é recordista de titulos no futebol cearense.

Foi bicampeão pelo Fortaleza e agora pelo Ceará Sporting. Com desenvoltura ele defendeu o Clube da Garotada e depois de um periodo de adaptação normal, com uma contusão pelo meio, ele conseguiu ser TETRA campeão cearense pelos dois maiores times locais em anos seguidos. Um feito que não será tão fácil para outro conseguir. Por alguns anos Eusébio ficará "dono da situação" em se tratando de conquistas.

CEARÁ JOGA CONTRA O AMÉRICA
SEM OS SEUS  DOIS  ARTILHEIROS

Alguns obserrvadores já perceberam que o Ceará
no seu jogo de estréia neste sabado diante do centenariano América Mineiro não contará como seu ataque titular que terminouo Campeonato de 2012.

O dianteiro Felipe Azevedo - um ponta falso - que caia mais pela esquerda e Mota que jogou muito mais como "armandinho" que como atacante não mais jogarão juntos.

Felipe foi embora para o Sport, da Ilha do Retiro, enquanto Mota pediu uma semana de licença para tratar de assuntos particulares. Assim sendo também não atuará contra o time verde e preto.

Paulo César Gusmão não terá seu ex-artilheiro número 1 (marcou mais gols no certame) nem seu artilheiro número 2, do time, no caso Mota.

Com Mota fora de combate pois Felipe já é carta fora do baralho há muito, o treinador Paulo César Gusmão promoverá a estreia do novo contratado no cdiante do Fortaleza.

Henrique Dias afirmou que o


CAMPEONATO FICOU MUITO LONGE
DO IDEAL NO CAMPO  DAS   RENDAS

Muita gente que não tem a mínima noção do que se trata,  andou elogiando o Campeonato Cearense que terminou domingo. Lamentável,  pois financeiramente o certame foi simplesmente pífio.

A imprensa escrita não perdeu tempo,  mostrando a "fotografia" dos últimos campeonatos. E como foto não mente, uma vale mais que mil palavras. A estatistica é a melhor fotografia quando só temos os números.

Veja vocês:
O Campeonato de 2012 foi sem dúvida alguma,  uma "fuleiragem" bem pior que os outros.

Em 2004 a média de público foi de 3.168 que não é muita coisa.  Em 2005,  tivemos 4.586 pagantes, em 2006, 5.709 e em 2007 registraram-se 5.055. prese. Em 2008 o público médio  foi de 4.096.

A partir de 2009 começou a queda de público. Média de  3.466 torcedores. Em 2010 caiu mais ainda,para 2.723 e em 2011  foi de 2.483. Finalmente este ano a média de público foi também pequena: 2.720.

Resultado: é preciso que se faça algo em torno de melhorar a média de público. A falta de um bom  estádio ou de bons estádios - existem muitos campos pelo interior - faz com que muita gente não vá ao futebol. Um fato porém é insofismável: muitos dirigentes "ligam" para números ou estatísticas. São os sanguesungas do nosso futebol.

Nenhum comentário: