CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

domingo, 4 de maio de 2014

Lula defende a Copa e diz que não tem medo de protesto

Santo André, SP, 01 (AFI) - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu 
nesta quarta-feira, em um discurso feito em Santo André (SP), a realização 
da Copa do Mundo no Brasil. Em sua fala de cerca de uma hora de duração,
Lula falou sobre o retorno que pode trazer um Mundial para o País, mas 
opinou que não é o dinheiro o mais importante.

"Se eu ficar dizendo que não pode ter (Copa) porque tem criança
na rua ou porque não tem escola pra todo mundo, nós não vamos fazer nada.
(...) O que nós temos que compreender é que uma Copa do Mundo não
se trata de dinheiro, quanto vai entrar.
Eu vejo as pessoas tentando justificar dizendo que vai entrar R$ 2 bilhões,
3 bilhões, 4 bilhões. Não importa quanto vai entrar. A Copa do Mundo é
um estado, um momento de encontro de civilizações em que o Brasil
precisa mostrar a sua cara".
Depois de falar sobre movimentos contrários à realização
da Copa do Mundo, o presidente lembrou da história de lutas
dele e da presidente Dilma Rousseff e disse que nenhum dos
dois tem "medo de protesto". "Gente, vocês imaginam se nessa
altura do campeonato, com 68 anos dos quais 38 fazendo protesto,
eu vou ter medo de protesto? A Dilma com 20 anos, a bichinha
estava presa, foi torturada, tomou choque pra tudo quanto é lado
por protestar, ela agora vai ter medo de protesto? Quem quiser
protestar que proteste. O que nós temos que garantir é a realização
da Copa do mundo e torcer para que o Brasil não dê o
vexame de 1950. Aí vai ter protesto", disse Lula, finalizando
em tom de brincadeira. Lula esteve em Santo André para receber,
em cerimônia no Teatro Municipal da cidade, o título de cidadão
honorário. O ex-presidente nasceu em Pernambuco, mas mora
na cidade vizinha de São Bernardo do Campo. 
Agência Estado

Nenhum comentário: