CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

domingo, 2 de março de 2014

CARNAVAL DA PAZ PELA RÁDIO CIDADE-AM 860 QUASE 100% DE AUDIÊNCIA NA PREFERÊNCIA DOS OUVINTES

Repórter Jones Cavalcante e o Cantor e compositor Pinduca 
                   Jones Cavalcante e o Mestre Cearense compositor Evaldo Gouveia
Dando início a programação carnavalesca do Carnaval da PAZ aberta ontem às 20h pelo poeta Pedro Sampaio na rádio Cidade-AM 860, a seleção titular do rádio com a coordenação carnavalesca deste grande comunicador PEDRO SAMPAIO e o total apoio do jornalista e coordenador no esporte Flávio Moreira e seu diretor Nelson Oliveira.
Pedro Sampaio e Jones Cavalcante
Os trabalhos realizados ontem (01/03) pela sua equipe de profissionais credenciados circulando nesta 1ª noite em vários lugares desta capital e no interior do Estado colhendo informações para levar aos seus ouvintes, foi de uma grandeza formidável, analisou o coordenador Pedro Sampaio.

                             
                                        Comunicador e Poeta Pedro Sampaio
O poeta e comunicador Pedro Sampaio coordenou do estúdio e ficou altamente satisfeito com o que acompanhou as pesquisas pela internet  mostrando em gráficos a preferência dos internautas pela rádio Cidade AM-860. Ao terminar a sua programação, fez questão de parabenizar a cada um dos seus companheiros focados nas divulgações das primeiras informações do carnaval da PAZ deste sábado de carnaval alencarino ocorrido em vários pontos da cidade e do interior do Estado.

                            
O cantor Magno entrevistando Evaldo Gouveia e Pinduca

Pedro Sampaio, agradeceu no microfone da 860 por ter ficado muito satisfeito com a preferência dos seus ouvintes registrando várias ligações recebidas como também, as mensagens via redes sociais parabenizando a performance de cada um profissional, o que lhe chamou mais a atenção foi a entrevista feita direto do aterro da praia de Iracema com o repórter Jones Cavalcante, pelo fato das inúmeras ligações recebidas dos ouvintes perguntando detalhes dos entrevistados, compositores conhecidos na música popular brasileira como o compositor PINDUCA e o outro ícone da música brasileira o cearense EVALDO GOUVEIA autor de várias músicas como: Sentimental de mais(Cantado por Altemar Dutra, Que queres tu de mim, cantado também por Altemar Dutra, Mundo Maravilhoso de Pixinguinha samba enredo da Portela em 1973 e outros enredos de grandes e sambas como temos na sua biografia ABAIXO DESTA MATÉRIA.

Repórter Jones Cavalcante,Evaldo Gouveia e Pinduca  

O repórter Jones Cavalcante ganhou a simpatia dos entrevistados deixando-os bastante emocionados com a complementação feita pelo ancora da programação carnavalesca, ambos chegaram a imaginar que tudo foi programado para aquela noite, coisa que realmente não foi. Pinduca pessoalmente parabenizou o repórter da Rádio Cidade AM 860 por ter sido o primeiro a chegar ao camarim reservado dos compositores, claro com a ajuda da Sra. JORNICE, auxiliar do evento.
                           Publico chamava por Pinduca no aterro da praia de Iracema  
                                           Pinduca no palco contagiava a plateia 

Para o repórter Jones Cavalcante a noite vai ficar na história da sua carreira de comunicador, não foi esse o primeiro furo em sua participações como radialista, mas como vivenciou pessoalmente as emoções vividas na noite de sábado(01/03), quando Pedro Sampaio com sua magia, levantou rapidamente dados que mexeu com o ego do compositor Evaldo Gouveia e Pinduca relembrando coisa que realmente tinha com ambos, ficou marcado naquela entrevista.

Lembrando aos ouvintes, que hoje é a abertura oficial na Av. Domingos Olímpio com toda equipe carnavalesca do CARNAVAL DA PAZ DA RÁDIO CIDADE-AM 860 e enquanto a bola rola no jogo lá na cidade de Horizonte entre o time da casa contra o Ceará durante a jornada esportiva o coordenada por Flávio Moreira tem informações direto da avenida contando detalhes da programação noturna.

      Jones Cavalcante e Evaldo Gouveia no Carnaval da PAZ da Rádio Cidade 860 AM


                            BIOGRAFIA DO CEARENSE EVALDO GOUVEIA.


Evaldo Gouveia (Evaldo Gouveia de Oliveira), cantor e compositor, nasceu em Iguatu/CE, em 08/08/1930. 
Neto de cangaceiro, aos seis anos cantava na "radiadora" (sistema de alto-falantes instalados na praça) da cidade natal; mais tarde, aprendeu a tocar violão. 

Mudou-se para Fortaleza/CE aos 11 anos, para fazer o ginásio, e já nessa época trabalhava na feira, reservando o violão para as horas de folga. 
Com 19 anos passou a tocar violão num conjunto que se apresentava em bar da Praça do Ferreira, e participou por sete vezes seguidas de programa de calouros da Ceará Rádio Clube, ganhando sempre o primeiro lugar na classificação, por aplausos, o que lhe valeu um contrato. 
Nessa época, começavam a chegar ao Norte os sucessos de Jair Amorim, de quem se tornaria admirador e, anos mais tarde, parceiro constante. 
Formou, em 1950, o grupo vocal Trio Nagô, com Mário Alves (naquele tempo, seu alfaiate) e Epaminondas de Sousa (companheiro de boêmia). 
No mesmo ano, o trio foi representar o Ceará num programa em São Paulo SP, seguindo depois para Porto Alegre/RS, e Rio de Janeiro/RJ, onde se apresentou no programa de César de Alencar. 
Muito aplaudidos, no final do programa receberam um telefonema de Vadeco, do Bando da Lua, e, na época, diretor artístico da Rádio Jornal do Brasil, contratando-os por três meses. 
A seguir, fizeram várias temporadas de sucesso: no Rio de Janeiro na boate Vogue, e, em São Paulo, na boate Oásis. 
Iniciaram, em 1952, programa semanal na Rádio Record, em São Paulo, que durou quase cinco anos. Começou a compor em 1957, e sua primeira canção, Deixe que ela se vá (com Gilberto Ferraz), foi gravada com sucesso por Nelson Gonçalves. 

Ainda nesse ano, compôs Eu e Deus (com Pedro Caetano), gravada por Nora Ney, A noite e a prece e Pior pra você (ambas com Almeida Rego). 
Conheceu Jair Amorim em julho de 1958, na UBC, e no mesmo dia compuseram Conversa, gravada por Alaíde Costa na Victor em 1959, primeira música da dupla que, em dez anos, faria cerca de 150 composições. 
Com a saída de Mário Alves, o Trio Nagô desfez-se em 1962, ano em que compôs, com Jair Amorim, Poema do olhar, gravado por Miltinho, e A vida continua, sucesso na voz deMorgana. 
No ano seguinte, a dupla se destacou com O bilhete, Samba sem pim-pom, Serenata da chuva e Tudo de mim, esta gravada por Altemar Dutra, que se tornou um dos grandes intérpretes da dupla, gravando, em 1964, os boleros Que queres tu de mim, Somos iguais, Sentimental demais, e a marcha-rancho O trovador. 
Outros destaques dos dois parceiros foram Garota moderna, gravado por Wilson Simonal, em 1965; O conde, gravado por Jair Rodrigues, em 1969, e Minha canção para você, valsa lançada em 1970. 
Em 1973 o G.R.E.S. da Portela desfilou com o samba-enredo O mundo melhor dePixinguinha (com Jair Amorim e Velha).
     

Nenhum comentário: