CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

Termina a graça do Campeonato Brasileiro da Série A 2013, Cruzeiro é campeão Brasileiro de 2013

  Aplaudido  por  torcida  rival,  Cruzeiro f az  3  a  1  no  Vitória  e  completa  festa  do  título

Depois de comemorar antecipadamente, domingo passado, após vencer o Grêmio, no Mineirão, o Cruzeiro confirmou a conquista do seu terceiro título brasileiro, na noite desta quarta-feira, no Barradão, em Salvador, com um triunfo sobre o Vitória, por 3 a 1. A vitória do Criciúma sobre o Atlético-PR, em Santa Catarina, por 2 a 1, desobrigava a equipe celeste de ganhar o jogo, mas o futebol ofensivo demonstrado ao longo da competição foi coroado com mais um resultado positivo, deixando a festa completa. Mesmo atuando todo o segundo tempo com o título assegurado, a equipe mineira mostrou vontade e competência para ganhar mais uma partida.

Tanto que a celebração oficial começou no intervalo com direito até mesmo a aplausos da torcida adversária. Os jogadores ficaram reunidos no vestiário, acompanhando o jogo em Criciúma. Assim que foi confirmado o triunfo catarinense, os atletas  voltaram para o gramado correndo e comemorando a conquista, que premia o melhor time da competição, com uma campanha irretocável. A equipe mineira foi campeã com quatro rodadas de antecedência, igualando feito do São Paulo, em 2007. "Maravilha, agora é só comemorar. A torcida em BH tem que comemorar bastante", disse Borges, sem esconder a euforia.
Mais eufórico ainda foi o diretor de futebol do Cruzeiro, Alexandre Mattos, que usou a famosa frase do ex-técnico Zagallo: "vocês vão ter que engolir e vem mais por aí", afirmou no microfone da Rádio Itatiaia, em tom de desabafo. O técnico Marcelo Oliveira foi bem mais contido. "Vamos concentrar para o jogo que é importante, temos um compromisso, outras equipes interessadas, vamos concluir o trabalho e depois a gente comemora. Mas estão todos de parabéns pelo título", salientou.
Quando os atletas celestes pisaram no gramado do Barradão, para começar o jogo, o Criciúma vencia o Atlético-PR, naquele momento, por 2 a 0. A confirmação do triunfo catarinense já garantiria a oficialização do grito de campeão, independente do resultado em Salvador. "Ouvi a manifestação da torcida do Cruzeiro e já imaginei que fosse gol do Criciúma. É bom, esperava isso mesmo. O Criciúma lá, dentro é muito forte", disse o técnico Marcelo Oliveira, antes de a bola rolar no Barradão.
O técnico Ney Franco, após dar um abraço no amigo Marcelo Oliveira, a quem indicou para substituí-lo no Coritiba e que, segundo concordam os dois, têm estilos semelhantes de trabalho, ressaltou o fato de seu time  enfrentar o já campeão brasileiro. "O Cruzeiro já é o campeão e nós estamos nessa luta danada pelo G4", observou o ex-treinador da base cruzeirense. E a exemplo do que ocorreu em outros jogos desta 34ª rodada, os jogadores das duas equipes cruzaram os braços, antes do início do jogo, em protesto articulado pelo Bom Senso Futebol Clube. Veja os gols e mais detalhes no link da UOL nessa matéria.

Nenhum comentário: