CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

quarta-feira, 17 de abril de 2013

Cai tempo de espera nas sedes do Detran

O novo procedimento para a renovação da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), utilizado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran/CE), tem reduzido o tempo nas filas do órgão. Isso acontece porque os motoristas não precisam mais ir à sede do Detran em caso de renovação ou substituição da habilitação provisória pela definitiva.

A expectativa é que 10.500 pessoas, da Capital e do Interior o Estado, deixem de circular, por mês, nas unidades de atendimento do departamento, pois devem receber documento em suas casas.

Agora, no caso da substituição da habilitação provisória pela definitiva, o órgão envia a correspondência à residência do interessado, informando sobre o vencimento da Permissão Para Dirigir (PPD), junto com um boleto para quitação de uma taxa de R$ 45,60, na rede bancária credenciada.

Após o prazo de oito dias do pagamento, a CNH definitiva é entregue pelos Correios, lacrada em envelope de segurança, na residência do motorista. Na correspondência aos usuários que têm de renovar a sua CNH, além de lembrar da data do vencimento, o Detran ainda encaminha anexado o boleto da taxa de renovação no valor de R$ 115,54, para ser quitado também em agências bancárias.

Já foram postadas 21 mil correspondências, das quais 15 mil para portadores de PPD e 6 mil para quem estava com sua CNH prestes a vencer. Nesta semana, serão encaminhadas mais 68 mil cartas aos que estarão com o documento a se vencer nos próximos três meses.

Atendimento

Com isso, o usuário, que, nesse caso, tem de comparecer obrigatoriamente ao Detran, reduz pela metade o tempo de espera nas unidades de atendimento.

Um dos entraves no momento da renovação da CNH é justamente o pagamento bancário, porque o usuário tem de espera que o banco faça a comunicação eletrônica da quitação da taxa. Isso estava gerando também aborrecimento entre a população, pois havia casos de espera pelo atendimento de mais de 30 minutos. Matéria vinculada no DN

Nenhum comentário: