CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

Verdão do Cariri é o representante Cearense na decisão da série 'C' 2012.

Série C, Matéria do Diário do Nordeste,
Íkara Rodrigues (Repórter)

Verdão em final histórica

Depois de várias crises fora de campo, o Icasa derrotou o Paysandu e garantiu sua primeira decisão nacional

Depois de uma conturbada temporada na Série C de 2012 e de mais uma semana cheia de problemas, o Icasa conseguiu reverter a vantagem do Paysandu - que havia vencido o jogo de ida, por 3 a 2, e jogava por qualquer empate - e garantiu a sua primeira participação em uma final nacional. O Verdão do Cariri derrotou os adversários por 2 a 1, ontem à noite, no Romeirão.

Icasa dominou a partida, mas passou por final de jogo dramático FOTO: NORMANDO SÓRACLES/MISERIA.COM


Dominando a partida do início ao fim, o time cearense chegou a passar por certo sufoco no fim do duelo, mas garantiu o resultado e manteve a invencibilidade em jogos diante do Paysandu, dentro de casa.

O duelo

Mesmo com a vantagem de jogar por qualquer empate, o Paysandu iniciou a partida pressionando os donos das casa. No entanto, o Icasa soube administrar a posse de bola e saiu na frente do marcador. Aos sete minutos, cruzamento na área do Papão, Niel desviou e, na sobra, Naylhor cabeceou para o fundo da rede: 1 a 0 para o Verdão.

Com o gol, a equipe do Icasa passou a dominar a partida. Aos 22 minutos, Carlinhos cobrou falta no travessão. Na sobra, Naylhor cabeceou, mas o goleiro João Ricardo acabou afastando o perigo da sua defesa.

No transcorrer da partida, o Papão conseguia chegar mais vezes ao ataque, mas acabava pecando nas finalizações. Por outro lado, o Icasa continuava levando mais perigo. Aos 30, o atacante Canga subiu mais alto que a zaga adversária e meteu outra bola no travessão.

No retorno para o tempo final, o Icasa intensificou a sua marcação, enquanto o Papão partiu para o ataque na busca pelo empate. Aos 10 minutos, falta perigosa na meia-lua da defesa icasiana, porém Lineker acabou colocando para fora.

O Icasa, mesmo com pouca posse de bola, chegava com mais perigo. Aos 19, Canga tocou para Carlinhos, que chutou cruzado, mas a bola passou por todo mundo e ninguém chegou na sobra. No minuto seguinte, após cobrança de escanteio, Carlinhos dominou e mandou uma bomba, que tirou tinta da trave.

O Verdão continuou pecando nas finalizações. Aos 22, após cobrança de falta, Gilberto perdeu uma incrível chance de gol, cara a cara com o goleiro João Ricardo. No entanto, foi aos 25 que a equipe icasiana conseguiu ampliar o marcador.

Marcus Vinícius, que já tinha cartão amarelo, colocou a mão na bola dentro da área. O árbitro o expulsou e marcou pênalti para os cearenses. Niel bateu e converteu: 2 a 0 para o Icasa.

Diante da vantagem no marcador, o Icasa ainda contou com a expulsão de mais um adversário. Após fazer falta, Ricardo Campanema acabou desrespeitando o árbitro com alguns desaforos e foi expulso.

No fim da partida, o Verdão ainda levou um gol, aos 42, com Thiago Potiguar, que chutou de fora da área e diminuiu. Mas, o Verdão garantiu vaga na final. Confira mais detalhes no Jornal Diário do Nordeste, veja o link

Nenhum comentário: