CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Veja quais são os estádios mais 'bacanas' do mundo

Para quem gosta de futebol, não existe emoção igual à de assistir a uma partida no próprio estádio. Em alguns casos, inclusive, o palco é um espetáculo à parte, seja pela sua beleza ou por alguma outra questão curiosa. Listamos abaixo oito arenas diferentes ao redor do mundo, incluindo um eco estádio no Paraná e outro com uma fachada que lembra um conjunto de blocos infantis.

Veltins-Arena - Alemanha
Quando um estádio é coberto para proteger os torcedores da chuva, como fazer para que seu gramado se mantenha em contato com o sol? A resposta encontrada pelo estádio do Schalke 04 é simples: levá-lo para o lado de fora quando não houver partidas. Famosa pelo gramado retrátil, a arena tem capacidade para mais de 60 mil espectadores, e foi usada na Copa do Mundo de 2006 e na decisão da Liga dos Campeões de 2004.

Janguito Malucelli - Brasil
Considerado o primeiro estádio ecológico do Brasil, o local conta com uma arquibancada escavada diretamente na terra, usando a inclinação de um morro. Além disso, a madeira usada no local é proveniente de reflorestamento, enquanto o ferro veio dos dormentes de uma ferrovia desativada. Com capacidade para 4,2 mil pessoas, o espaço é utilizado pelo Corinthians Paranaense.

Estádio Municipal de Aveiro - Portugal
Com uma fachada que lembra um colorido conjunto de blocos infantis, o estádio foi projetado pelo arquiteto Tomás Taveira e é a casa do Beira Mar. Inaugurado em 2003, o empreendimento custou cerca de 62 milhões de euros, conta com capacidade para 32.830 espectadores e foi utilizado em três partidas da primeira fase da Euro 2004.

Allianz Arena - Alemanha
Sede da partida de abertura da Copa do Mundo de 2006, o estádio tem como diferencial as diversas cores que sua fachada assume. Isso é possível graças a um sistema de iluminação que "pinta" de vermelho, branco ou azul as 2.874 almofadas de ar anti-chamas que circundam a arena. O local, utilizado pelo Bayern de Munique e pelo Munique 1860, tem capacidade para 69,9 mil torcedores.

Estádio Municipal de Braga - Portugal
Também chamado de Estádio da Pedreira, o local foi construído junto à face de uma enorme rocha. Contando apenas com duas arquibancadas que ficam nas laterais do gramado, a arena pode abrigar até 30 mil torcedores e é utilizada pelo Sporting Braga. Sua cobertura semi-transparente foi inspirada nas pontes construídas pela civilização Inca, e o custo total do empreendimento foi de 161 milhões de euros.

Estádio de Fujieda - Japão
E se em vez de pipoca e cachorro-quente os estádios de futebol tivessem um espaço para os torcedores fazerem piquenique? No Japão isso é possível. Em um primeiro olhar, pode parecer que as arquibancadas não foram terminadas, mas os locais planos são justamente para que os espectadores sentem na terra para comer. A capacidade da arena de Fujieda é de 13 mil pessoas.

Estádio Nacional Kaohsiung - Taiwan
Com uma cobertura arrojada que lembra o formato de uma serpente, a arena possui uma série de painéis solares que fornecem energia elétrica não apenas para o estádio como também para 80% da vizinhança nos dias sem jogos. Seu custo foi de 110 milhões de euros, e a capacidade do local é de 55 mil espectadores.

Marina Bay - Singapura
Já imaginou um campo de futebol flutuante? Pois isso existe em Cingapura. Com capacidade para 30 mil pessoas, o estádio faz uso de seis torres fixas no solo e uma série de rolos de borracha que mantém o gramado estável mesmo com as ações da maré e das correntes. Além de partidas de futebol, o espaço é usado em shows, paradas nacionais e também faz parte do circuito de Fórmula 1. Veja matéria completa com fotos no link do terra, vale a pena  

Nenhum comentário: