CRIAÇÃO DE RÁDIOS WEB,S

DJAIR NOGUEIRA 85-985009910

quinta-feira, 21 de junho de 2012

Por que a aliança de casamento é usada na mão esquerda?

Foto da Internet,
Embora os hindus tenham sido os primeiros a usar aliança de casamento, foram os gregos os responsáveis por tornar uma tradição ocidental o uso do anel na mão esquerda. No ano 3 a.C., os egípcios já usavam aliança quando seu território foi dominado por Alexandre, que levou o hábito para a Grécia. Foram os gregos que, então, passaram a usar a aliança matrimonial na mão esquerda, com o nome de diatheke (relação mútua). Os romanos adotaram a prática ao conquistar a Grécia e, com a conversão do mundo greco-romano ao cristianismo, o uso da aliança na mão esquerda tornou-se obrigatório para os que se casavam na Igreja durante o papado de Nicolau I, em 860.

O uso da aliança surgiu na Civilização Romana, tornando-se uma tradição até os dias de hoje. Os romanos acreditavam que no quarto dedo da mão esquerda passava uma veia que estava diretamente ligada ao coração e por isso a aliança deveria ser usada neste dedo. Isso se deve pelo fato da aliança representar o elo de compromisso entre o casal e por ser um círculo (não tem início e fim) simbolizar o amor eterno. Com o tempo surgiram materias associados a cada comemoração de casamento

 

O Anel que simboliza a união entre pessoas, aliança, teve origem no povo Hindu, que tinham o costume de simbolizar a união através de um anel, sendo proliferado esse costume pelos gregos e romanos, sendo este posto no quarto dedo da mão esquerda por onde se passa a veia que tem ligação com o coração (veia d'amore).

A igreja católica adotou esse costume no século IX, como forma simbólica de união entre casais cristãos.

 

Provavelmente todos nós estamos familiarizados com o fato da aliança de casamento ou simplesmente o círculo, simboliza a perfeição, a unidade perfeita sem começo ou fim. Para alguns ela representa santidade, perfeição e paz, assim como o Sol, a Terra e o universo.

 

Acredita-se que os Faraós do Egito foram os primeiros a usar um círculo, sem começo ou fim, como um símbolo da eternidade, mas usar uma aliança como promessa pública de honrar um contrato de casamento não se tornou comum até a época Romana. As primeiras alianças eram feitas de ferro, alianças em ouro com pedras preciosas tornaram-se moda na época Medieval. As gemas mais populares eram simbólicas - o Rubi (vermelho) era a cor do coração, a Safira azul refletia o céu - mas a mais apreciada e poderosa pedra preciosa era o "indestrutível" diamante.

 

Foi em 1549 no Livro de Orações Comuns que foi designada a mão esquerda como "mão do casamento", uma tradição reconhecida até hoje em todo o mundo.

Outro fato interessante é que até o século XIII não havia aliança de noivado ou compromisso. O Papa Inocente III declarou que deveria haver um período de espera que deveria ser observado entre o pedido de casamento e a realização da cerimônia matrimonial. É por isso que hoje existe um anel de noivado e depois a aliança de casamento. O primeiro anel de noivado de que se tem notícia foi aquele dado pelo Rei da Alemanha, Maximiliano I, a Maria de Burgundy em 1477. Matéria encontrada na internet

Nenhum comentário: